Rss

Archives for : pintura

Manipulatrice

Manipulatrice - lápis de cor sobre papel

Manipulatrice - lápis de cor sobre papel

Obra feita a pedido de um amigo, que tinha em mente “Catarina de Médici fazendo algo violento”. Como não sou fã de violência gratuita, tentei achar um bom contexto. Após pesquisar um pouco, decidi fazer algo relacionado ao Massacre da noite de São Bartolomeu , e acabou sendo mais especificamente sobre o fato do rei Carlos IX, na época com 22 anos, não deter de fato o poder, pois quem mandava mesmo era sua mãe, a Catarina de Médici, o que certamente foi decisivo para o desfecho sangrento do episódio.

Artista da Semana #1: Fred Einaudi

Fred Einaudi é um artista americano nascido em 1971, em Weed Heights, Nevada, e que mora atualmente em São Francisco, Califórnia. Não sei onde ele estudou, nem o que já conquistou, só sei que é genial.

 

Fred Einaudi ao lado de uma de suas pinturas

Fred Einaudi ao lado de uma de suas pinturas

 

A arte dele possui elementos de algum modo pós-apocalípticos, é recheada de contrastes e ironias e coberta de um surrealismo realista fascinante.

 

The Chocolate Donnut - óleo sobre tela

The Chocolate Donnut - óleo sobre tela

 

As pinturas são todas a óleo… E, como, pelo menos até agora, sou péssimo com pincéis e tintas, tendo a achá-las ainda mais deslumbrantes por causa disso. Confesso que já vi pinturas mais realísticas feitas com tinta a óleo, mas isso de maneira alguma tira o mérito de Einaudi em atingir tal nível de domínio da técnica.

 

The Mermaid - óleo sobre tela

The Mermaid - óleo sobre tela

 

Einaudi é certamente uma das minhas influências mais intensas. Obras minhas como Robotomii e a série Beleza Interior estão impregnadas da ironia mórbida de Fred Einaudi, e várias usam a técnica de “montagem” com referências fotográficas, também usada por Fred, embora nem cheguem perto da riqueza de detalhes das pinturas dele .

 

Patriot - óleo sobre tela

Patriot - óleo sobre tela

 

Quem quiser saber mais sobre esse grande artista… não veja o site dele =P… Lá você até encontra outras pinturas, e um e-mail para contato, mas é nessa entrevista aqui que é possível ter uma idéia melhor da biografia e do que passa pela cabeça de Fred Einaudi.

Retrato de Jan Švankmajer

Já falei do artista plástico, animador e diretor tcheco Jan Švankmajer por aqui. Esta pintura de agora não precisava ser um retrato dele, já que o aspecto mais interessante dela (a mudança de aparência se vista com material translúcido azul) independe disso, mas resolvi homenageá-lo, além de que a “mensagem” desta obra acaba tendo um bocado a ver com a arte dele.

A verdade é que acabo também “homenageando” indiretamente vários amigos com esse desenho. Fabiana Peixoto, por ter me mostrado algumas imagens estereoscópicas há não muito tempo, o que certamente incubou na minha mente idéias como a dessa pintura. Clara Percílio, por ter me apresentado o trabalho de Jan Švankmajer e, principalmente, por ter me feito ter contato pela primeira vez com a máxima “A distância entre loucura e genialidade é medida apenas pelo sucesso”, que consiste mais ou menos na mensagem desta obra e, por fim, o meu grande amigo Arthur Soares, e seu blog A Insanidade, cujo nome acabei vendo enquanto pensava no que escrever no desenho (minha idéia inicial era escrever alguma coisa em tcheco, talvez Šílení mas a vista do blog me deu a idéia do insanidade/sanidade). Eis a obra:

Retrato de Jan Švankmajer - lápis de cor sobre papel

Retrato de Jan Švankmajer - lápis de cor sobre papel

Aqui eu tentei simular como a obra fica quando vista através de um material translúcido, como acetato, papel celofane, etc, azul. Dependendo do material, pode ser necessário ver através de duas camadas para se obter o efeito desejado.

Retrato de Jan Švankmajer - visão alternativa

Retrato de Jan Švankmajer - visão alternativa

P.S.: Há várias possíveis formas de exibir essa obra: mudando a cor da iluminação em um ambiente, fazendo uma “cortina” de celofane azul, até usar um óculos 3D convencional e fechar os olhos alternadamente é interessante. Na única exposição em que foi exibida até agora, foram usados óculos feitos com cartolina e papel celofane, projetados de modo a subentender que representam o “sucesso”.

Partida

Partida - guache e lápis de cor sobre tela

Partida - guache e lápis de cor sobre tela

Não há ilusão de óptica intencional nesta pintura, são só duas cabeças num tabuleiro de xadrez. De certa forma, contudo, acaba sendo uma ilusão de óptica, se tomarmos como seu conceito “enganar visualmente”, pois esta obra engana visualmente ao fazer o observador se sentir enganado sem que haja enganação alguma =P.